LOGIN / Acesse o sistema

Esqueceu sua senha? Redefina aqui.

Ainda não possui uma conta? Cadastre-se aqui!

REDEFINIR SENHA

Insira o endereço de email associado à sua conta que enviaremos um link de redefinição de senha para você.

Ainda não possui uma conta? Cadastre-se aqui!

Notícias

09 AUG 2018 ‹ VOLTAR

Professor da Coppe é promovido à Grã-Cruz na Ordem Nacional do Mérito Científico

Renato Cotta: um colecionador de títulos

 

Doutor em Mecânica e Engenharia Aeroespacial pela North Carolina State University (EUA – 1985), Renato Cotta concluiu sua graduação em Engenharia Mecânica na UFRJ, em 1981. Ingressou como docente no Programa de Engenharia Mecânica da Coppe/UFRJ em 1987.

 

Até o momento já orientou 35 teses de doutorado e 41 dissertações de mestrado. Publicou 198 artigos em periódicos nacionais e internacionais e tem 278 trabalhos completos publicados em anais de congressos. É autor ou coautor de dez livros.

 

O professor já foi comtemplado com mais de 30 premiações, sendo duas no presente ano. Em junho deste ano foi agraciado pela Marinha do Brasil com a Ordem do Mérito Naval, no grau de Comendador.  O título é um reconhecimento pelos serviços prestados à Marinha e o estreitamento de laços com a instituição.

 

Em outubro deste ano receberá o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Reims Champagne-Ardenne (URCA), na sede da Universidade, em Marne, na França. A nomeação é um reconhecimento às contribuições do pesquisador à ciência e aos estudos de relevância que vem conduzindo ao longo de sua carreira. Membro honorário da Sociedade Francesa de Térmica, Renato Cotta foi professor visitante de URCA por três períodos, entre 2004 e 2008. 

 

Na Coppe, Renato Cotta está à frente de inúmeras pesquisas de ponta e coordenou o desenvolvimento do primeiro túnel de vento climático do Hemisfério Sul, inaugurado na Coppe em 2014, que testa componentes aeronáuticos em condições climáticas extremas de voo. Sob sua coordenação, neste túnel vem sendo testada uma técnica de revestimento para impedir o congelamento do Pitot de uma aeronave, principal causa da queda do avião da Air France, em 2009, que vitimou 228 pessoas.

 

Saiba mais sobre a trajetória do professor Renato Cotta:

 

Renato Cotta: prodígio na escola e mestre na arte de viver

 
Fonte: Coppe/UFRJ